Procuradoria do STJD denuncia São Paulo por 'ato discriminatório'

A Procuradoria do STJD ofereceu uma denúncia contra o São Paulo após supostos gestos racistas de torcedores durante a partida contra o Fluminense no último domingo.

O clube paulista foi enquadrado no art. 243-G, do CBJD, que pune atos discriminatórios relacionados a "origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

O dispositivo prevê a aplicação de multa e a proibição do torcedor de frequentar o estádio pelo prazo mínimo de 720 dias.

Vídeos compartilhados nas redes sociais flagraram dois torcedores são-paulinos imitando supostamente um macaco. Um deles gesticula na frente de três policiais, que apenas o afastam da divisória.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos