Produção industrial da Alemanha tem em setembro maior queda em um ano

Por Caroline Copley BERLIM (Reuters) - A produção industrial da Alemanha registrou sua maior queda em mais de um ano em setembro, sugerindo que a maior economia da Europa pode sentir um esfriamento de fim de ano diante da desaceleração nos mercados emergentes. A queda de 1,1 por cento anunciada nesta sexta-feira foi o segundo recuo mensal seguido na produção e contrariou as expectativas na pesquisa da Reuters de um aumento de 0,5 por cento. Combinada com a queda acentuada nas encomendas industriais de setembro, devido principalmente à fraca demanda externa, a queda na produção vai alimentar especulação de que a economia do país pode perder ímpeto no fim do ano. Economistas disseram que os dados sugerem que a economia não pode depender da indústria para sustentar o crescimento no quarto trimestre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos