Produção industrial fica recua 0,2% em novembro, aponta IBGE

·1 min de leitura

RIO - A produção industrial brasileira fechou novembro em queda de 0,2% na comparação com outubro, quando chegou a recuar 0,6%. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam alta de 0,1% na produção industrial, o que configura estabilidade.

Com o resultado, o setor industrial brasileiro está 4,3% abaixo do patamar pré-pandemia.

Perspectivas

A indústria vem lidando com uma série de dificuldades desde o início da pandemia. Entre os fatores estão a falta de componentes e ao encarecimento das matérias-primas usadas pelas fábricas, além da elevada incerteza.

Índice de Confiança da Indústria (ICI) do FGV IBRE caiu 2 pontos em dezembro, chegando a 100,1 pontos, menor nível desde agosto de 2020 (98,7 pontos).

Além dos problemas do lado da oferta, Claudia Perdigão, economista do FGV IBRE, lembra que a desemprego e inflação são fatores que, pelo lado da demanda, influenciam na avaliação da situação atual do setor industrial já que diminuem o ímpeto do consumo.

"(Isso) também torna as projeções para 2022 mais cautelosas. Sobre a escassez de insumos, espera-se uma normalização a partir do segundo semestre do próximo ano. Nesse contexto, o setor encerra 2021 com gargalos ainda não resolvidos, incitando recuo das expectativas.”, afirmou Claudia, em comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos