Produtividades recordes elevam safra de soja do Brasil para 113,3 mi t, diz Agroconsult

Por Roberto Samora
Trabalhadores se preparam para colher soja em fazenda em Gilbués, no Estado do Piauí 20/03/2017 REUTERS/Roberto Samora

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja do Brasil, maior exportador global da oleaginosa, foi estimada nesta quinta-feira em um recorde de 113,3 milhões de toneladas, ante 111 milhões de toneladas na previsão elaborada em meados deste mês pela consultoria Agroconsult.

Até a semana passada, a consultoria ainda não havia computado todos dados de safras da região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e do Rio Grande do Sul, apurados na expedição técnica Rally da Safra, que percorreu todas as regiões produtoras do país.

"A safra 2016/17 marca uma mudança de patamar tecnológico e de produtividade... O Brasil está saindo da faixa produtividade média de soja de 50 sacas para 60 sacas (por hectare)", disse o diretor da consultoria, André Pessôa, na apresentação dos resultados do Rally, em São Paulo.

Na avaliação da consultoria, a produtividade média da safra de soja do Brasil ficou 55,8 sacas por hectare em 2016/17, ante 48,3 sacas em 2015/16.

Segundo ele, os destaques desta temporada foram os Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais, onde foram vistas lavouras uniformes e com produtividades recordes.

A Reuters acompanhou o Rally na semana passada nas regiões do Matopiba, que apresentaram produtividades elevadas, de recuperação, "após a frustração climática nos últimos anos", disse Pessôa.

A Agroconsult avaliou que as produtividades do Paraná e do Rio Grande do Sul --que ficam atrás apenas de Mato Grosso em volume colhido no país-- e de Santa Catarina, também registraram índices recordes nesta temporada.

O resultado da safra nacional representa um aumento de cerca de 17,6 por cento ante o volume colhido em 15/16, de 96,3 milhões de toneladas, quando problemas climáticos prejudicaram as produtividades em diversas regiões, disse a consultoria.

Neste cenário, a safra brasileira de grãos deverá saltar para 236 milhões de toneladas em 16/17, ante 189 milhões em 15/16.

   

(Por Roberto Samora)