Produtor pornô americano é surpreendido por panelaço durante gravação no Rio

Panelaço em Santa Rosa, Niterói, no dia 16 de abril de 2020

Durante a gravação de um filme pornográfico do americano Brian Crabtree, conhecido como Hunk Hands (algo como "mãos fortes e sensuais", em português), um diálogo curioso ocorreu entre ele e uma brasileira, que manteve o rosto coberto com um pano, sobre o panelaço da última semana contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. Na sexta-feira, brasileiros em diversas partes do país haviam se manifestado contra ele em decorrência da demissão de Sergio Moro do Ministério da Justiça.

O protesto nas janelas do Rio de Janeiro chamou a atenção de Brian, que perguntou para a mulher do que aquilo se tratava. O momento foi registrado em uma das publicações do astro ponô no canal dele no site Pornhub.

O video, publicado na última sexta-feira, angariou mais de 7 mil visualizações. Um dos comentários inclusive anuncia, em português, em qual parte do filme está a referida conversa.

 

Pouco após 50 minutos, Brian muda de assunto e pergunta se o que ele ouviu "era o negócio em que todos vão para suas janelas e batem panelas".

A princípio, a mulher com quem ele contracena aparenta ter ficado confusa.

"O que?", ela diz.

"O barulho", Brian acrescenta, e a moça entende sobre que o americano estava falando.

"Oh, isso é contra o presidente", explica.

Brian não termina a conversa por aí. Ele pergunta mais uma vez: "Então todos ficam em suas janelas batendo panelas e frigideiras juntos?", ao que ela responde com uma afirmativa.

Satisfeito com o andamento do papo, o produtor de filmes pornográficos por fim dá sua opinião do assunto: "interessante". Em seguida, a dupla retoma as atividades que os uniram naquela situação.