Professor é afastado após três meninas denunciarem assédio, em Goiás

Conselho Tutelar recebeu as denúncias das estudantes contra o professor. Foto: Reprodução/Google Street View
Conselho Tutelar recebeu as denúncias das estudantes contra o professor. Foto: Reprodução/Google Street View
  • Caso aconteceu no município de Caldazinha

  • Uma das vítimas contou assédio à mãe após palestra na escola

  • Professor está sendo investigado

Um professor de uma escola municipal de Caldazinha, na Região Metropolitana de Goiânia, foi denunciado por abuso sexual por três estudantes. O Conselho Tutelar do município registrou as denúncias, que acusam o homem de tocar nas nádegas, seios e pernas das jovens.

Ao portal G1, a mãe de uma das vítimas contou que a filha relatou o assédio depois de uma palestra sobre o tema no colégio. A escola ainda não se posicionou.

"Depois dessa palestra, as crianças começaram a conversar entre si na escola. Minha filha começou a dizer que um professor abraçou e pegou no bumbum dela. Ela disse que isso já tinha uns dois meses, mas que não me falou por medo de eu tirar ela da escola", disse a mulher, que não teve a identidade divulgada.

As vítimas têm cerca de 10 anos, segundo o Conselho. Todas relataram os abusos às mães, que denunciaram o caso na tarde da última quinta-feira (26). A partir daí, conselheiros foram até a escola para falar com a diretoria, que informou que a coordenação havia sido notificada pelas vítimas. O professor foi afastado em sequência.

As mães e filhas registraram boletins de ocorrências em uma delegacia, segundo o Conselho. As meninas também devem falar com psicólogas nesta semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos