Professor é afastado no PI após dizer que mulheres têm culpa em casos de feminicídio; veja o vídeo

·1 minuto de leitura
  • Professor disse que "90% dos casos de feminicídio" acontecem por culpa das vítimas

  • Declaração foi filmada por um aluno em aula e repercutiu nas redes sociais

  • O colégio comunicou o afastamento do docente e repudiou a fala

Um professor de uma escola particular em Teresina foi afastado de suas funções após culpar as mulheres por feminicídios. Segundo o docente, “90% dos casos” deste tipo de crime acontecem por responsabilidade das vítimas.

O caso aconteceu na manhã da última quarta-feira, no Colégio CPI. O professor, que não teve a identidade revelada, falava sobre a evolução dos seres vivos quando fez a declaração, que foi filmada e viralizou nas redes sociais.

Leia também:

“Desculpem vocês, mulheres. Não é preconceito, nem nada. Mas em 90% dos casos de feminicídio, a mulher tem culpa. Por que? Quando vocês estiverem namorando, observem o parceiro, a parceira. Pelo menos namorem um mês, dois meses. Dá para conhecer um pouco o ser humano”, afirmou.

Professor foi filmado dando a declaração - Foto: Reprodução
Professor foi filmado dando a declaração - Foto: Reprodução

Colégio comunicou afastamento

A filmagem gerou repercussão e chegou à direção da escola, que comunicou o afastamento do professor. Em nota, o colégio repudiou a declaração e garantiu não concordar com as opiniões expressadas nela.

Ao tempo em que pedimos desculpas ao nosso público, reiteramos o nosso compromisso de continuar disponibilizando uma educação de qualidade, de resultados e comprometida com os valores morais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos