Professor é preso suspeito de abuso sexual contra aluno de 9 anos em Teresina

Professor de Teresina é preso suspeito de abuso contra aluno. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Professor de Teresina é preso suspeito de abuso contra aluno. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
  • Ele foi detido após denúncia de pais da vítima

  • Professor trabalhava na Escola Municipal Monteiro Lobato

  • Abuso teria ocorrido em abril

Um professor de matemática foi preso na manhã desta sexta-feira (6) suspeito de estupro de vulnerável contra um aluno de 9 anos, em Teresina, Piauí. O homem, identificado pelas iniciais V.R.A., já havia sido afastado desde abril deste ano da Escola Municipal Monteiro Lobato, na região da Vila Palitolândia, Zona Sul da capital.

A Polícia Civil informou que uma professora, cuja identidade não foi revelada, soube do crime e não denunciou, e por isso será indiciada por prevaricação.

Matheus Zanatta, delegado da Gerência de Polícia Especializada, disse, em entrevista ao portal G1, que um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência do suspeito, localizado no bairro Ilhotas. Um computador e um celular foram apreendidos no local.

“O inquérito foi presidido pela Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente. A delegada Lucivânia Vidal colheu depoimentos, fez diligências em campo e também pediu perícia, que deu positivo para o crime de estupro. Na casa, foram encontradas provas materiais que serão inseridas no procedimento policial”, disse o delegado.

O Conselho Tutelar informou que o caso ocorreu em março. A denúncia foi feita à Polícia Civil pelos pais da vítima. A corporação então acionou a Secretaria Municipal de Educação (Semec).

“Somente no dia 4 de abril a direção da escola tomou conhecimento dos fatos ao receber a visita de três policiais que recolheram fotografias de professores e o aparelho de gravação de filmagem da unidade”, afirmou a Semec.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos