Professor pratica racismo e humilha aluna em sala de aula; assista

Escola estadual onde aconteceu o caso de racismo (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • ‘Ela é feia, a pele dela é escura’ diz o professor no vídeo

  • Caso aconteceu dentro de uma escola em Santos, litoral de SP

A Polícia Civil de Santos, no litoral de São Paulo, investiga o caso de um professor que foi filmado gritando injúrias racistas contra uma estudante de 15 anos dentro de uma escola estadual. A vítima relata que não foi a primeira vez que o docente a humilhou, mas ela não tinha provas da agressão verbal até um de seus colegas de classe gravar o vídeo.

Na gravação (assista abaixo), é possível ouvir o professor gritando que “ela é feia”, que “o cabelo dela não mexe", que "ela é preta" e que "a pele dela é feia porque ela é negra". O caso é investigado pela Secretaria de Educação, pela Diretoria Regional de Ensino de Santos e foi registrado como injúria na Delegacia de Defesa da Mulher de Santos.

Leia também

 "Eu só decidi expor a situação porque acho que ele está errado de fazer isso comigo. Fiquei mal demais", conta ao G1 a estudante do 9º ano.

A própria vítima postou o vídeo nas redes sociais. Também é possível ouvir um dos colegas da adolescente tentando defendê-la da humilhação.

"Quando eu cheguei em casa minha filha estava chorando, porque ficou chateada. O que ele disse é muito sério, é racismo e ele vai pagar por isso", relata a mãe.

A Diretoria Regional de Ensino do município afirma, em nota, repudiar todo e qualquer ato de discriminação, dentro e fora do ambiente das escolas. Ao fim da apuração do ocorrido, caso sejam comprovadas as acusações, garantiu que tomará todas as medidas cabíveis. Também disponibilizou a administração regional para prestar apoio aos pais e para qualquer outro esclarecimento.

Assista ao vídeo: