Professores de São Gonçalo, Itaboraí, Duque de Caxias e São João de Meriti terão oportunidade de fazer graduação

·2 min de leitura

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) esstá com inscrições abertas, até o dia 5 de janeiro, para seleção especial de professores das redes públicas municipais nas licenciaturas da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF) e da Faculdade de Formação de Professores (FFP). O benefício é fruto de uma parceria da universidade com as prefeituras de São Gonçalo, Itaboraí, Duque de Caxias e São João de Meriti.

Ao todo, são 100 vagas nos cursos de Pedagogia, Geografia e Matemática, na primiera instituição. Já na segunda, são 88 oportunidades distribuídas entre Pedagogia, Ciências Biológicas, Geografia, História, Letras e Matemática.

A seleção é voltada para professores das redes públicas municipais de educação básica das cidades conveniadas, admitidos por concurso público, que tenham cumprido pelo menos três anos de exercício da profissão e não possuam diploma de graduação.

Os interessados devem entrar no site do Centro de Produção da Uerj. Todos os candidatos que atendam aos pré-requisitos, comprovados por meio de documentação apresentada na matrícula, terão direito ao preenchimento das vagas oferecidas. Caso o número de inscritos seja superior ao número de vagas, haverá um sorteio público, previsto para 10 de janeiro. Os aprovados começam as aulas no próximo semestre letivo (2021.2), a partir de 2 de fevereiro.

— O objetivo é disponibilizar vagas remanescentes da Universidade para esses professores que já passaram por concursos públicos nas redes e já foram testados, do ponto de vista de seu conhecimento. Vale ressaltar que esta iniciativa em nada prejudica as vagas regulares no vestibular. Portanto, o que fazemos é uma oferta de vagas em convênio para que esses professores e professoras continuem sua formação por meio da graduação — explica Lincoln Tavares, pró-reitor de Graduação da Uerj.

O professor Lincoln de Araújo Santos, diretor da FEBF, assinala que a ideia é se aproximar dos governos municipais.

— A política de interiorização da unidade passa hoje por uma aproximação junto às prefeituras da Baixada Fluminense. A vocação extensionista da Uerj e, em especial, do campus sediado em Duque de Caxias, acentua a importância dessa relação com os governos municipais e suas comunidades educacionais. Dessa forma, Uerj e FEBF somam-se ao desenvolvimento de políticas públicas em regiões que necessitam da presença das ações educacionais e de promoção social.

O diretor da FEBF lembra que a unidade vem firmando convênios com as prefeituras de São João de Meriti, Duque de Caxias, Guapimirim e Magé, dentre outras, consolidando um campo de atuação nas áreas de formação continuada aos docentes das redes públicas municipais nas áreas de Pedagogia, Matemática e Geografia.

— A ação ossibilitará aos professores das redes de ensino conveniadas a complementação de suas formações profissionais, garantindo-lhes ascensão em seus planos de carreira e capacitação profissional. Para a FEBF, o ingresso dos professores garante a construção de um projeto político-pedagógico democrático e inclusivo, tornando-o participativo e de qualidade social´— completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos