Profissões em alta em 2021 pagam salários de até R$ 74,5 mil

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Conheça as profissões que vão bombar em 2021. (Foto: Getty Images)
Conheça as profissões que vão bombar em 2021. (Foto: Getty Images)

Apesar da crise econômica causada pelo novo coronavírus, que se reflete também em desemprego, isso não quer dizer que não haja gente sendo muito bem paga no mercado de trabalho. Cifras muito (mas muito mesmo) acima da média da maioria dos trabalhadores brasileiros.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Prova disso é o Guia Salarial produzido pela consultoria de recrutamento de profissionais Robert Half. Segundo o documento, disponível para download gratuito mediante cadastro, alguns dos postos mais cobiçados chegam a pagar mais de R$ 70 mil ao mês.

Leia também:

O Guia foi produzido com o intuito de servir como um “mapa” das profissões que devem “bombar” no ano que vem, na medida em que a economia se recupera dos efeitos do vírus. Com tantas mudanças sociais, isso impactou também na “geografia” do mercado de trabalho.

Por exemplo, o Guia detecta que em 2021 haverá uma forte demanda por profissionais nas áreas de tecnologia, saúde, agronegócio, infraestrutura e logística. As informações são do portal UOL.

Alguns destaques do Guia, com projeções salariais para 2021:

Um gerente de Tesouraria ganha entre R$ 11 mil e R$ 35 mil. No setor de engenharia, o salário de um gerente de projetos varia entre R$ 13 mil e R$ 43 mil.

No campo jurídico, um advogado consultivo tributário sênior fatura mensalmente até R$ 26 mil, enquanto um generalista de empresa vale até R$ 32,8 mil mensais.

Em marketing, um gerente de e-commerce fatura mensalmente até R$ 30,2 – reflexo da valorização desse canal de vendas pós-COVID-19.

Finalmente, no disputado mercado financeiro, um executivo financeiro chefe (ou CFO) chega a ganhar até R$ 74,5 mil.

Baixe o Guia Salarial completo da Robert Half neste link.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube