Profissionais preferem buscar outro emprego do que voltar 100% presencial

Segundo pesquisa, profissionais preferem buscar outro emprego do que voltar a formato totalmente presencial. Foto: Getty Images.
Segundo pesquisa, profissionais preferem buscar outro emprego do que voltar a formato totalmente presencial. Foto: Getty Images.
  • 39% dos profissionais estariam dispostos a buscar outro emprego se fossem obrigados a voltar ao modelo totalmente presencial;

  • 42% disseram que colaboradores já buscam novos empregos ao se depararem com a obrigatoriedade do modelo totalmente presencial;

  • 77% dos empregados veem o home office como "um modelo de trabalho preparado para o futuro".

Uma pesquisa feita pela consultoria de recursos humanos Robert Half mostra que 39% dos 1.161 entrevistados sairiam do emprego se fossem obrigados a trabalhar apenas de forma presencial.

Da parte dos recrutadores, 42% afirmaram que colaboradores já têm buscado novos trabalhos ao se depararem com a obrigatoriedade de retornar ao modelo totalmente presencial.

Leia também:

Para 22% deles, ainda que o impacto dessa postura não seja sentida atualmente, esse tipo de evasão pode ocorrer futuramente.

Já entre os empregados, 20% afirmaram que não aceitariam uma proposta que não ofertasse a opção de trabalho remoto de modo parcial ou integral.

O levantamento ainda mostrou que até o início de 2020 somente 21% dos funcionários podiam trabalhar de casa.

Dos recrutadores, 26% alegaram que a opção de home office já era oferecida antes da pandemia, contudo, como parte do pacote de benefícios corporativos.

Entre os entrevistados que estão empregados, 77% disseram que veem a função remota como "um modelo de trabalho preparado para o futuro".

Já entre os recrutadores, 72% corroboraram com a mesma opinião. Entre os desempregados, 80% informaram que enxergam o home office como um modelo de trabalho.