Programação de teatro no RJ: reestreia de 'A vida passou por aqui', 'Tom na fazenda' e mais

Espetáculos de sucesso estão de volta aos tablados. Nesta semana, retorna ao Teatro Prudential, na Glória, a peça "A vida passou por aqui", há seis anos em cartaz. A montagem com texto da atriz Claudia Mauro, que divide a cena com Édio Nunes, é um dos destaques da programação de teatro na cidade do Rio de Janeiro, que também traz de volta outras obras elogiadas, como "Tom na fazenda" e "Beatles num céu de diamantes".

O retorno: Revista Rio Show volta a ser publicada em edição impressa, mas em dia diferente

Réveillon 2023: Confira de dicas de festas para celebrar a virada do ano

A seguir, confira as principais peças na programação de teatro na cidade do Rio de Janeiro.

'12 anos ou A memória da queda'

O espetáculo com direção de Tatiana Tibúrcio e Onisajé se inspira na história de "12 anos de escravidão", de Solomon Northup, livro que foi adaptado para o cinema, em longa vencedor do Oscar de Melhor Filme (2014). A peça repassa a trajetória de um homem negro que, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, é sequestrado e escravizado por mais de uma década. Os atores David Júnior, Dani Ornellas e Carmo Dalla Vecchia compõem o elenco.

Centro Cultural Banco do Brasil (Teatro I): Rua Primeiro de Março 66, Centro – 3808-2020. Qua a sáb, às 19h30. Dom, às 18h. R$ 30. 90 minutos. 12 anos. Até 16 de dezembro. Não haverá sessão nos dias 24/11 e 02/12.

'O baterista'

A comédia dramática musical gira em torno de um baterista excêntrico, que liga seu instrumento a toda mecânica da vida. Recém-separado da mulher, o músico se esquece da aula que deveria ministrar e se surpreende quando os alunos aparecem na sua garagem que se transforma em uma sala de aula improvisada. O monólogo reúne quatro humoristas: Antônio Fragoso como protagonista; Celso Taddei, no roteiro; Diego Molina, na direção; e Alexandre Regis, como assistente.

Teatro dos Quatro: Shopping da Gávea, 2º piso. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea - 2239-1095. Qua e qui, às 20h. R$ 100. 60 minutos. 14 anos. Até 8 de dezembro.

'Beatles num céu de diamantes'

Fenômeno teatral com mais de 14 anos de sucesso, o musical dirigido por Charles Möeller e Claudio Botelho volta à cena em curta temporada. No palco, nove atores, cantores e músicos encenam mais de 50 canções, entre clássicos letras menos conhecidas, do quarteto de Liverpool.

Teatro Claro Rio: Rua Siqueira Campos 143, 2º piso, Copacabana — 2147-5204. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 60 (balcão) e R$ 70 (plateia e frisa). 90 minutos. Livre. Até 18 de dezembro.

'Circuncisão em Nova York'

O espetáculo de comédia de João Bethencourt apresenta a história de duas mulheres, filhas de tradicionais família judaicas, que resolvem ter um filho via inseminação artificial. Sergio Fonta, Jalusa Barcellos, Narjara Turetta e Nil Neves estão no elenco, sob direção de Guilherme Del Rio.

Teatro Brigitte Blair: Rua Miguel Lemos 51H, Copacabana – 2521-295. Sáb, às 20h30. Dom, às 18h30. R$ 80. 70 minutos. 14 anos. Ate 4 de dezembro.

'Clarice e Nelson – Um recorte biográfico a partir de entrevistas'

Com texto de Rafael Primot e Franz Keppler e direção de Helena Varvaki e Manoel Prazeres, a montagem inédita acompanha um encontro fictício entre os dois escritores, vividos pelos atores Carol Cezar e Marcos França. A conversa é costurada por trechos de entrevistas reais, que falam sobre suas trajetórias, amores e os caminhos da criação artística.

Centro Cultural Banco do Brasil (Teatro III): Rua Primeiro de Março 66, Centro – 3808-2020. Qui a sáb, às 19h30. Dom, às 18h. R$ 30. 55 minutos. 14 anos. Até 11 de dezembro. Não haverá sessão nos dias 24/11 e 02/12.

'Conto de Natal - Um ballet de Dalal Achcar'

O tradicional espetáculo com tema natalino apresenta a história de uma menina transportada, num passe de mágica, para o Polo Norte, onde encontra uma imensa floresta de pinheiros coberta de neve. A montagem tem concepção, coreografias e direção geral de Dalal Achcar.

Teatro Riachuelo: Rua do Passeio 38, Centro – 99566-7469. Sáb e dom, às 19h. R$ 40 (balcão), R$ 60 (plateia e balcão nobre) e R$ 80 (plateia vip). 70 minutos. Livre. Até 11 de dezembro. Os dias e horários das apresentações mudam a cada semana.

'Dignidade'

Os atores Thelmo Fernandes e Claudio Gabriel celebram três décadas de carreira (e também de amizade) com a peça do espanhol Ignasi Vidal, sob direção de Daniel Dias da Silva. A trama reverbera assuntos atuais, ao trazer à tona reflexões sobre o limite entre certo e errado. Sozinhos numa sala na sede de um importante partido político, às vésperas da convenção que decidirá o nome que vai concorrer à presidência nas próximas eleições, dois amigos se encontram: um deles é líder do partido, promissor político, símbolo de mudança para o país; o outro é o seu braço direito.

Sesc Copacabana (Teatro de Arena): Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana - 2547-0156. Qui a dom, às 20h. R$ 30. 90 minutos. 12 anos. Até 18 de dezembro.

'Enquanto você voava, eu criava raízes'

A premiada companhia Dos à Deux destrincha a palavra "medo" no espetáculo que ganha terceira temporada (com ingressos gratuitos) após uma estreia com salas lotadas entre agosto e novembro deste ano. A trupe formada por André Curti e Artur Luanda Ribeiro apresenta, como em seus outros trabalhos, uma dramaturgia ancorada no teatro gestual — sem a utilização da voz —, em linguagem que mistura dança, artes cênicas e recursos visuais e sonoros irreverentes.

Espaço Cultural Sergio Porto: Rua Visconde Silva s/nº, Humaitá - 2535-3846. Qui e sex, às 20h. Sáb e dom, às 19h. Gratuito, com retirada de ingressos pelo site Sympla. 60 minutos. 18 anos. Até 11 de dezembro.

'Fábrica de chocolate'

O espetáculo com texto de Mario Prata, sob direção de Luiz Furlanetto, se debruça sobre uma das histórias de dor e morte promovida pela ditadura brasileira. Depois de um homem morrer torturado pelo regime militar, o órgão repressor simula a cena de um suicídio, dando a entender que a vítima, um operário de uma fábrica de chocolate, havia se matado.

Sede das Cias: Escadaria Selarón. Rua Manuel Carneiro 12, Lapa. Qua e qui, às 20h. R$ 50. 75 minutos. 18 anos. Até 22 de dezembro.

'Mãe de santo'

Com direção geral de Luiz Antonio Pilar, o espetáculo escrito por Renata Mizrahi — a partir de textos da filósofa Helena Theodoro — apresenta o relato de uma mulher "que nunca foi uma coisa só", como a própria diz. Mãe, professora, empregada, mãe de santo e estudante, ela entrelaça diferentes histórias de sua vida durante uma palestra. O monólogo é estrelado por Vilma Melo.

Casa de Cultura Laura Alvim (Teatro): Av. Vieira Souto 176, Ipanema - 2332-2016. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 30. 45 minutos. 12 anos. Até 18 de dezembro.

'Marrom, o musical'

Após uma temporada de sucesso em São Paulo, o espetáculo sobre a vida da cantora Alcione chega ao Rio de Janeiro. Com texto e direção de Miguel Falabella, a peça com mais de 20 atores no elenco celebra os 50 anos de carreira da artista, da infância no Maranhão à consagração como uma das principais vozes do samba.

Cidade das Artes (Teatro): Av. das Américas 5.300, Barra — 3325-0102. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 18h. R$ 40 (camarote 4º andar), R$ 60 (camarote 3º andar), R$ 100 (frisa latera) e R$ 120 (plateia). 90 minutos. Livre. Até 5 de fevereiro.

'Neva'

A Armazém Cia de Teatro estreia seu novo espetáculo, com texto escrito pelo chileno Guillermo Calderón. A peça, com direção de Paulo de Moraes, levanta questionamentos sobre o papel do teatro em contextos políticos de violência. A trama — que se passa em São Petersburgo, capital do Império Russo em 1905 — acompanha três atores que se abrigam num teatro para se proteger do massacre que ficou conhecido como Domingo Sangrento. Uma delas é Olga Knipper, que vive o luto pela morte do marido, o dramaturgo Anton Tchekhov. O elenco é formado por Patrícia Selonk, Isabel Pacheco e Felipe Bustamante.

Fundição Progresso (Espaço Armazém): Rua dos Arcos 24, Lapa. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 60. 80 minutos. 14 anos. Até 18 de dezembro. Não haverá apresentação nas semanas de 2 a 4 de dezembro e de 9 a 11 de dezembro.

'Peça de amar'

A montagem do grupo Pandêmica Coletivo acompanha o relacionamento entre dois atores, que veem suas vidas transformadas depois que um deles recebe o diagnóstico de HIV. A peça com dramaturgia de Henrique Fontes e Vinicius Arneiro dialoga com trechos do livro “Cartas da mãe”, um compilado de cartas escritas pelo cartunista Henfil durante o período de 1977 a 1980.

Sesc Copacabana (Mezanino): Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana. Qui a dom, às 20h30. R$ 30. 60 minutos. 16 anos. Até 4 de dezembro.

'Tom na fazenda'

Inspiração para o filme homônimo dirigido por Xavier Dolan (2013), “Tom na fazenda” acompanha um publicitário que, após a morte do companheiro, viaja para a fazenda da família do rapaz. No lugar inóspito, ele se dá conta de que tanto a sogra quanto o cunhado jamais souberam de sua existência, tampouco que o filho (ou irmão) era gay. Sucesso de crítica e público desde 2017, a montagem dirigida por Rodrigo Portella foi laureada com o prêmio da crítica em Québec, no Canadá, e se tornou, em 2022, o principal destaque na programação do Festival de Avignon, o maior evento dedicado às artes cênicas no mundo.

Teatro das Artes: Shopping da Gávea, 2º piso. Rua Marques de São Vicente 52, Gávea - 2540-6004​. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 110. 110 minutos. 18 anos. Até 18 de dezembro.

'Tráfico'

Após a parceria bem-sucedida em "Tebas land", o trio Sergio Blanco, no texto, Victor Garcia Peralta, na direção, e Robson Torinni, no palco, volta a trabalhar junto no monólogo que mistura fatos e ficção para contar a história de Alex, um garoto de programa que se torna um matador de aluguel. Ao longo do espetáculo, a narrativa entrelaça vislumbres de seus encontros, sonhos e seu dia a dia, enquanto o personagem se desnuda e expões seus lados ingênuos e monstruosos.

Teatro Poeirinha: Rua São João Batista 104, Botafogo - 2537-8053. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 19h. R$ 60. 80 minutos. 18 anos. Até 18 de dezembro.

'A vida passou por aqui'

Espetáculo há seis anos em cartaz e laureado com o Prêmio APTR de Melhor Texto, “A vida passou por aqui” volta aos palcos, no Teatro Prudential, na Glória. Com dramaturgia assinada pela atriz Claudia Mauro, que divide a cena com Édio Nunes, a peça apresenta as quatro décadas de amizade entre uma solitária professora de classe média alta e um bem-humorado faxineiro.

Teatro Prudential: Rua do Russel 804, Glória - 3553-3557. Qui a sáb, às 20h. Dom, às 18h. R$ 50 (plateia A) e R$ 70 (plateia B). 90 minutos. 14 anos. Até 10 de dezembro.