Programa de renda não foi criado no governo Bolsonaro

·2 min de leitura
  • Alegação enganosa circula nas redes sociais

  • Bolsa Família foi criado em 2003

  • Programas de transferência será substituído pelo Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que substituirá o Bolsa Família, passou a ser alvo de desinformadores que aproveitaram a discussão sobre o benefício para compartilhar informações falsas. A reportagem do Yahoo! notícias já verificou peças de desinformação sobre o auxílio-reclusão e Bolsa Família.

Ao contrário do que afirmam algumas publicações nas redes sociais, o Bolsa Família não surgiu no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Criado em 2003, durante o mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o programa tem como objetivo combater a pobreza e desigualdade social no Brasil e possui três eixos: complemento da renda, acesso a direitos e articulação com outras ações a fim de estimular o desenvolvimento das famílias. Podem ter acesso ao benefício famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais e famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Bolsa Família, que será substituído pelo Auxílio Brasil, foi implementado em 2003 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Bolsa Família, que será substituído pelo Auxílio Brasil, foi implementado em 2003 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Atualmente, está em discussão a substituição do programa para o Auxílio Brasil. O Governo Federal prevê lançar o novo programa no início de novembro, mês em que não haverá novas parcelas do Auxílio Emergencial, e promete pagar um auxílio de R$ 400 para famílias beneficiadas pelo amparo social, o valor é o dobro do Bolsa Família.

Contudo, o governo ainda aguarda a aprovação e para isso é necessário que assegure a fonte de recursos, já que ele vai custar mais do que o Bolsa Família. A Medida Provisória (MP) foi enviada para o Congresso e, caso aprovada, deve entrar em vigor no próximo mês.

O novo programa assistencial foi criado em um contexto de turbulência política e queda de popularidade em um ano pré-eleitoral – em 2022, os brasileiros vão às urnas para escolher o novo presidente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos