Projeção em Nova York chama Trump e Bolsonaro de 'ratos da Flórida'; vídeo

Os ex-presidentes do Brasil e dos Estados Unidos, Jair Bolsonaro e Donald Trump, foram chamados de "ratos da Flórida" em uma projeção em prédio na cidade de Nova York, na noite desta segunda-feira. A dupla aparece projetada na lateral de um arranha-céu com "orelhas de Mickey", o ratinho personagem da Disney.

Bela Megale: O que ministros do STF pensam sobre decretar a prisão de Bolsonaro hoje

PMs, bombeiro e integrantes das Forças Armadas: Lista de envolvidos com atos terroristas em Brasília tem pelo menos 15 militares

Além dos dois ex-mandatários, a projeção também mostra o vereador do Rio Carlos Bolsonaro, os senadores eleitos Sergio Moro e Hamilton Mourão, o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, o pastor Silas Malafaia e senador Ciro Nogueira com a mesma montagem de ratos. As imagens foram divulgadas nas redes sociais de forma apócrifa.

Trump vive na Flórida desde que deixou o cargo de presidente dos EUA, em janeiro de 2021. Bolsonaro saiu do Brasil com destino ao estado americano ainda quando era presidente da República, em dezembro do ano passado. Os dois líderes da extrema-direita foram chamados de "ratos" na projeção.

Lei de Acesso à Informação: Governo Bolsonaro ignorou 60 mil pedidos

Bolsonaro já foi alvo de outras projeções em Nova York. Em 28 de outubro de 2022, nas vésperas do segundo turno da eleição presidencial, a palavra "adeus" foi reproduzida em sete idiomas em um prédio da cidade, com a imagem do ex-presidente.

As declarações de Bolsonaro sobre moradores de favelas, durante o processo eleitoral do ano passado, também motivou uma projeção em uma comunidade de Belo Horizonte, no dia 18 de outubro de 2022.

Moradores do "Aglomerado da Serra" projetaram sobre as casas com mensagens favoráveis ao então candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com pedido de respeito.

"Respeita a favela, Bolsonaro. Serra fechada com Lula", dizia as mensagens da projeção.