Projeções para inflação seguem em alta no Focus, mercado reduz previsão para câmbio

Camila Moreira
·1 minuto de leitura
Projeções para inflação seguem em alta no Focus, mercado reduz previsão para câmbio

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado deu sequência aos aumentos nas expectativas para a inflação na pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira, ao mesmo tempo em que reduziu as projeções para a taxa de câmbio em 2020 e 2021.

O levantamento semanal apontou que a expectativa para a alta do IPCA este ano passou a 4,39% de 4,35% no levantamento anterior, na 19ª semana seguida de aumento. Para 2021, a conta subiu em 0,03 ponto percentual, a 3,37%.

O centro da meta oficial de 2020 é de 4 por cento e, de 2021, de 3,75 por cento, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Para o Produto Interno Bruto (PIB), a estimativa de contração em 2020 melhorou a 4,40%, contra queda de 4,41% prevista antes. Para 2021, a previsão de crescimento diminuiu em 0,04 ponto, a 3,46%.

Para a taxa de câmbio, o mercado vê agora o dólar a 5,15 reais ao final deste ano, de 5,20 reais antes. Para 2021, a expectativa é de que a moeda norte-americana termine a 5 reais, de 5,03 reais antes.

A pesquisa semanal com uma centena de economistas mostrou ainda que a taxa básica de juros deve terminar o ano que vem a 3%, sem alterações. O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, ajustou seu cenário para a Selic no ano que vem a 3%, de 3,13% na mediana das estimativas antes.