Projeto de basquete de comunidade na Zona Sul do Rio comemora sucesso em arrecadação de alimentos

·1 minuto de leitura

Em meio à pandemia do novo coronavírus, uma ONG na Zona Sul do Rio tem tentado aproveitar seu potencial de mobilização para auxiliar sua comunidades. A Basquete Cruzada, da Cruzada São Sebastião, no Leblon, arrecadada alimentos não-perecíveis para distribuir entre os moradores.

Wagner da Silva, um dos quatro, fundadores do projeto, comemora o sucesso da campanha, que ganhou força em parceria com o Colégio Liceu-Franco Brasileiro, de Laranjeiras. Foram arrecadados 250kg de alimentos em apenas uma semana.

— Sempre falo que não adianta fazer as coisas na comunidade se a sociedade não está fazendo também. É muito importante essa a integração de parceiros se importarem com as pessoas que têm menos informação. Quando esses parceiros trazem essas informações, automaticamente há uma troca de experiência, de vidas e ambos crescem: tanto as crianças do projeto quanto as de fora — diz ele.

O projeto, que existe desde 1998, atende 150 alunos, de crianças de seis anos a adultos. As aulas funcionam, em períodos regulares, na quadra poliesportiva da comunidade. Além do basquete, há aulas de inglês, muay-thay, jiu-jitsu e judô, bem como uma biblioteca comunitária e sessões de cinema.