Projeto ‘Circuito cine curta’ completa 10 anos e será todo online pela primeira vez

Marcelle Carvalho
·2 minuto de leitura

No ano em que o projeto “Circuito cine curta” completa uma década de existência, sua realização acontece de maneira diferente: todo online. Mas, justamente por ser remoto, devido à pandemia da Covid-19, é que o alcance está sendo muito maior, como conta a curadora do projeto, a atriz Juliana Teixeira.

— Foi uma grata surpresa. Por ser online, se espalhou pelo Rio de Janeiro inteiro, por lugares que provavelmente a gente não conseguiria atender em um único ano. São 35 bairros, com 98 escolas participantes. Está sendo um suspiro e um sopro no meio dessas aulas a distância — analisa a atriz.

Com o objetivo de levar a magia do cinema para milhares de alunos de escolas públicas de 6 a 14 anos, serão exibidos 12 filmes nos quais o enfoque está em temas como diversidade, inclusão, meio ambiente, saúde, qualidade de vida e respeito.

— Disponibilizamos os programas gratuitos entre 45 e 50 minutos no canal da Nova Bossa (www.novabossa.com.br ). Lá também tem as apostilas correspondentes a esses programas, indicando caminhos de trabalhos que podem ser desenvolvidos em sala de aula — conta Juliana, que ficou com medo de o projeto não acontecer: — Temi muito pela não realização devido à pandemia. Como as escolas não abriram, vimos que teria que ser num formato online.

Os curtas poderão ser vistos até dia 30 de novembro. Os alunos são estimulados pelos professores a desenvolverem trabalhos temáticos, que podem ser enviados por e-mail ou via WhatsApp, entre os dias 2 e 13 de novembro.

— A sala de cinema será o celular, o computador, o tablet ou a TV. Mas a essência do projeto, que é unir cultura e educação, além de valorizar o professor, estará lá — afirma Juliana. A premiação acontece dia 23 de novembro e é diversificada. Os vencedores podem ganhar, jogos, camisetas personalizadas, troféus e até um tablet.