Projeto com apoio da B3 prevê letramento racial para 25 mil educadores do país

·1 min de leitura
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 18.10.2021 - EE Eliza Rachel Macedo de Souza. As escolas públicas estão se preparando para receber 100% dos estudantes. Coronavírus, Covid-19.  (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 18.10.2021 - EE Eliza Rachel Macedo de Souza. As escolas públicas estão se preparando para receber 100% dos estudantes. Coronavírus, Covid-19. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ID_BR (Instituto Identidades do Brasil) vai lançar na segunda-feira (25), com o apoio da B3, o edital do programa Professores Pelo Sim à Igualdade Racial para selecionar experiências de educação antirracista inscritas por educadores da rede pública ou privada de ensino fundamental e médio.

O edital faz parte do projeto para oferecer letramento racial para professores e outros profissionais da educação durante dois anos e mapear as ações didáticas antirracistas já implementadas no país, promovendo um debate sobre metodologias e um material referendado alinhados à legislação federal que prevê o ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena nas escolas.

No ano passado, o ID_BR já desenvolveu um projeto de letramento racial com cerca de 60 professores da rede pública de São Paulo, que originou a busca de parcerias com secretarias de educação para expandir o alcance.

O instituto também firmou acordo com a secretaria do Rio Grande do Sul para apoiar na implementação do Programa de Educação Antirracista, lançado em março.

A meta é alcançar 10 mil educadores neste ano e 25 mil até 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos