Projeto orçamentário dos EUA pode ser estendido até meados de dezembro, diz Schumer

WASHINGTON (Reuters) - Financiamento temporário para manter o governo dos EUA operando além do atual ano fiscal, que termina em 30 de setembro, pode ser estendido até meados de dezembro, disse o líder da maioria do Senado, Chuck Schumer, nesta quarta-feira.

Falando com repórteres, Schumer também disse que pretende anexar um projeto de lei que reforma pedidos de permissão, que ajudaria a indústria de energia dos EUA, ao projeto de lei emergencial de financiamento.

"Esperamos que a CR (resolução contínua que fornece fundos temporários) siga até meados de dezembro e então podemos fazer uma lei mais abrangente que forneceria fundos ao governo durante todo o resto do ano fiscal", disse Schumer.

No entanto, alguns republicanos podem querer esperar até o próximo ano para encerrar os gastos do ano fiscal de 2023, na esperança de que o partido ganhe o controle pelo menos da Câmara nas eleições de meio de mandato de 8 de novembro. Isso daria aos republicanos influencia maior nas prioridades orçamentárias.

Atualmente, os democratas controlam o Senado, a Câmara e a Casa Branca.

Reforma de permissões atualizaria os procedimentos federais para projetos relacionados com energia, como oleodutos e instalações de exportação.

A aprovação em setembro de um projeto de lei como esse era parte de um acordo com o senador democrata, Joe Manchin, durante negociações ao longo do verão do hemisfério norte sobre um projeto de lei amplo para lidar com mudanças climáticas e baixar os custos de remédios que foi sancionado.

(Reportagem de Richard Cowan)