Projetos longos serão debatidos ao longo da disputa eleitoral, diz Fernando Haddad

CATIA SEABRA E MARINA DIAS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia depois de lançado candidato à Presidência em substituição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-prefeito Fernando Haddad afirmou, nesta quarta-feira (12), que debaterá projetos ao longo da disputa eleitoral.

Questionado se está preparado para os ataques adversários, em especial do pedetista Ciro Gomes, Haddad disse ser vidraça há 18 anos, desde que entrou para vida pública.

"Não vou ficar batendo nem alisando ninguém", disse ele.

Insistentemente questionado sobre que estratégia adotar para obtenção dos votos destinados a Lula, Haddad afirmou que os dois são signatários de um programa de governo. E brincou: "É segredo".

Segundo Haddad, a cartilha da candidatura é um programa de governo que foi registrado no TSE (Tribunal Regional Federal). Minutos antes de participar de um encontro com estudantes cotistas e do Prouni, Haddad apresentou uma proposta segundo a qual escolas federais "adotam" estaduais para melhoria do ensino fundamental.

Ele voltou a defender a criação de uma unidade da Polícia Federal para combate ao crime organizado.