Promoção de maquiagem em Madureira gera fila com centenas de pessoas, e gerente da loja é detido devido à aglomeração

·3 minuto de leitura

Uma promoção anunciada por uma loja de maquiagem em Madureira, na Zona Norte do Rio, acabou virando caso de polícia nesta terça-feira. Atraídos pelos preços muito mais baixos do que os habituais — a promessa era que qualquer produto exposto seria vendido por R$ 5, mesmo itens que normalmente custam até dez vezes mais —, centenas de clientes dirigiram-se ao estabelecimento, situado na Avenida Edgar Romero. A aglomeração gerou confusão e multa aplicada pela Prefeitura do Rio, em virtude do descumprimento das medidas de combate à pandemia da Covid-19.

O gerente da loja chegou a ser conduzido por policiais militares para a 29ª (Madureira), onde um registro de ocorrência sobre o episódio foi feito. Na delegacia, o funcionário prestou depoimento e acabou liberado. Já a Guarda Municipal (GM-Rio) informou que também enviou uma equipe ao estabelecimento por conta de uma denúncia encaminhada pela Coordenadoria Especial da Zona Norte, que citava possível "aglomeração em uma loja de cosméticos".

"O estabelecimento foi multado pela GM-Rio e também foi notificado pela subprefeitura, além de ter sido orientado a baixar as portas para dispersar a aglomeração", acrescentou a Guarda Municipal por nota. O órgão, entretanto, não comunicou qual foi o valor da multa aplicada aos responsáveis pela loja.

O perfil oficial no Instagram da Loucas por Maquiagem - Madureira publicou uma mensagem de esclarecimento no início da noite. No texto, a loja confirma que foi notificada pela prefeitura e obrigada a fechar por um dia, "motivo pelo qual tivemos que cancelar o atendimento". O estabelecimento afirma ainda que o tumulto se deu "devido à grande repercussão e número de pessoas que se aglomeraram em frente à loja".

Na mensagem, o estabelecimento promete continuar com a promoção nesta quarta-feira, mas dessa vez com algumas regras estabelecidas, como limite de permanência de dez minutos dentro da loja, máximo de dois produtos comprados por cliente e distribuição de senhas. De acordo com os idealizadores da ação, cem números já foram entregues para pessoas que estavam na fila hoje, e outros 200 serão distribuídos amanhã.

O comunicado, contudo, não aplacou a ira dos centenas de clientes que deram com a cara na porta, e a internet foi tomada por uma chuva de críticas relacionadas ao ocorrido, além de incontáveis fotos e vídeos. Um dos compradores frustrados foi Yuri dos Santos Costa, de 31 anos, que acordou às 5h30 para sair de Nilópolis, na Baixada Fluminense, e chegar a Madureira por volta de 7h, horário em que, segundo ele, já havia cerca de 500 pessoas aguardando na fila. Muitos dormiram diante da porta para garantir um lugar entre os primeiros atendidos.

— Não tinha organização nenhuma, era uma bagunça. A gente é que foi se ajeitando por conta própria. Não apareceu ninguém da loja até 9h, quando abriram e começaram a deixar entrar de cinco em cinco, depois de três em três. Quando fecharam tudo, também não explicaram nada, e o pessoal continuou ali esperando pra ver o que aconteceria. Só fui embora depois de 12h, e sem levar nada — lamenta o maquiador e influenciador digital, conhecido nas redes sociais como Yuri Lopes Beauty: — Pra piorar, tinha muita gente sem máscara. Eu fiquei com medo, claro, e só continuei porque preciso muito, por causa do meu trabalho. Os preços eram realmente bem mais baixos, mesmo para marcas de maquiadoras famosas.

Desde as primeiras horas do dia, Yuri começou a postar vídeos no local pelo Twitter. O primeiro registro bem-humorado, em que ele dizia estar se sentindo "na fila do Rock in Rio", tinha mais de 23 mil visualizações até as 20h desta terça-feira. Nas imagens, é possível ver as longas filas já formadas diante do estabelecimento.

— Existe lojas da mesma rede em outros lugares, mas só essa anunciou a promoção. Dizem que é porque a unidade vai fechar — explicou o maquiador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos