Promotor e procurador-geral adjunto do RN são baleados na sede do MP em Natal

Pixabay

Um homem entrou na sede do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, em Natal, e atirou no procurador-geral adjunto do estado Jovino Pereira Sobrinho e no promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra foram baleados hoje. Ambos foram socorridos.

A Polícia Militar afirma que o atirador é o servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, que invadiu uma reunião no segundo andar do prédio e efetuou os disparos.

O suspeito fugiu em um automóvel Polo de cor prata. Nem o Ministério Público nem a Polícia Militar sabem explicar o motivo do atentado. Ninguém foi preso.

Feridos

O procurador adjunto foi ferido duas vezes no abdomen e terá de fazer uma cirurgia. Já o promotor foi baleado nas costas e também foi encaminhado para o hospital.

Com informações do G1.