Propaganda de Bolsonaro vai investir nos escândalos do PT

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Ton Molina/Getty Images)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Ton Molina/Getty Images)

A campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), que tenta a reeleição, vai investir fortemente contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu principal adversário e até o momento o primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto.

De acordo com a coluna da jornalista da Daniela Lima, da CNN Brasil, a fórmula escolhida pelo comitê da reeleição do ex-capitão foi a rememorar escândalos da era petista, ou seja, nos anos Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff.

À emissora, aliados de Bolsonaro avisaram que o tom será de ataque.

O objetivo é reapresentar ao eleitor pessoas que não estão mais no núcleo decisório da campanha de Lula, como os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci.

Ainda de acordo com a jornalista Daniela Lima, um “petisco” de como a campanha de comunicação de Bolsonaro está sendo montada foi exibido no discurso do presidente nesta segunda-feira (8) com executivos da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos).

Ele perguntou se os empresários “recontratariam um funcionário que os roubou por 14 anos”.