Propósito, estratégia de ataque e time devem se destacar em pitch, diz CEO da Onze

  • Para o CEO da Onze, ter propósito é fundamental para uma empresa

  • Desde o surgimento da ideia do negócio, a Onze já recebeu três grandes aportes

  • Num pitch, é importante detalhar como a 'dor do mercado' será atacada

Antônio Rocha, CEO e fundador da Onze, acredita que propósito é um dos elementos fundamentais para uma empresa ter sucesso. Por isso, o empreendedor, que também é investidor anjo, fundou a fintech de previdência corporativa, em 2021, com o objetivo de reinventar esse produto para causar impacto positivo na vida financeira das pessoas.

Desde o surgimento da ideia do negócio, a Onze já recebeu três grandes aportes: o capital semente (em 2019), um série A de R$ 53 milhões da americana Ribbit Capital (em 2021) e um reforço do mesmo investidor (em 2022) para garantir conforto no caixa da fintech até 2024.

De acordo com Rocha, além de conquistar os investidores com o brilho nos olhos que só o propósito é capaz de dar ao empreendedor, existem outros fatores de peso semelhante em um pitch: detalhar como a ‘dor do mercado’ será atacada e mostrar os diferenciais que o time e sua respectiva solução têm diante da oportunidade de negócio são dois deles.

CEO da Onze fala dos temas importantes num pitch
CEO da Onze fala dos temas importantes num pitch

Previdência privada pode melhorar saúde financeira das pessoas, diz CEO

Quando decidiu empreender em uma solução digital de previdência privada, em 2019, Antônio Rocha não estava de olho apenas no tamanho do mercado, que segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro) movimenta hoje R$ 1 trilhão. O executivo carregava consigo de causar um impacto positivo na vida das pessoas e enxergou na previdência corporativa a oportunidade de materializar o seu objetivo maior.

“Eu poderia montar uma corretora ou uma gestora tradicional de fundos, mas optei por criar uma solução digital de previdência porque esse produto força as pessoas a pouparem de forma recorrente”, afirma o CEO da Onze. Outro diferencial que atraiu Rocha a este mercado foi o incentivo fiscal a longo prazo que a previdência oferece aos investidores.