Proposta de candidatura própria à Presidência é derrotada em reunião do diretório nacional do PSOL

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 20.08.2018 - Guilherme Boulos. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 20.08.2018 - Guilherme Boulos. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em reunião do diretório nacional do PSOL neste sábado (10), a proposta de lançamento de uma candidatura própria à Presidência da República sofreu derrota significativa.

O resultado indica que o partido deve seguir na linha de buscar unidade com outras siglas da esquerda.

Um dos mais destacados defensores da proposta de construir uma aliança política de oposição a Jair Bolsonaro com outros partidos é Guilherme Boulos (SP), que foi o candidato presidencial do PSOL em 2018 e é possível concorrente ao governo de São Paulo em 2022.

Um posicionamento definitivo do partido sobre como encaminhar a candidatura presidencial deverá acontecer em setembro, no congresso nacional da legenda. A reunião deste sábado (10) é vista como possível amostra do que será decidido em dois meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos