Proposta de Constituinte na Venezuela é fraude, diz secretário-geral da OEA

Luis Almagro, em Washington, DC, no dia 24 de fevereiro de 2017

A proposta do governo da Venezuela de convocar uma Assembleia Constituinte é "fraudulenta", porque "o povo é o único que conta com o poder constituinte" - denunciou nesta terça-feira (2) o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro.

Em uma mensagem gravada em vídeo, Almagro declarou que "a proposta anunciada é errada, inconstitucional e fraudulenta".

Na semana passada, a Venezuela iniciou formalmente o processo de saída da OEA, o qual levará dois anos para ser concluído.