Protesto com mais de mil "maçãs podres" frente à New Scotland Yard em Londres

A mensagem é simples e impressionante. Mais de 1000 maçãs podres foram despejadas à porta da New Scotland Yard, a sede da Polícia Metropolitana de Londres, para simbolizar o número de agentes da polícia acusados de crimes sexuais. Ao lado, foi colocado um cartaz que dizia: "1071 maçãs podres. quantas mais?".

Este é, na verdade, um problema fundamental em toda a polícia, não apenas na Polícia Metropolitana de Londres, mas a nível nacional.

O protesto é feito por mulheres da instituição de caridade "Refuge" que querem chamar a atenção para alegações de abuso sexual e violência de género.

Tudo acontece depois do agente das forças especiais, David Carrick, destinadas a proteger parlamentares e diplomatas estrangeiros, ter admitido perante a Justiça ter cometido dezenas de violações e e múltiplas agressões sexuais, entre 2003 e 2020.