Protesto em Erevan contra Organização do Tratado de Segurança Coletiva

Manifestantes dizem que organismo apenas serve interesses russos e não defendeu país durante combates que fizeram mais de 200 mortos na fronteira com o Azerbaijão