Protestos de caminhoneiros fecham rodovias um dia depois da eleição de Lula

Caminhoneiros fecham rodovias em diferentes pontos do país, depois que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) saiu vitorioso das eleições presidenciais do domingo. Na manhã desta segunda-feira, ao menos nove estados registraram pontos de bloqueios. Entre os destaques estão Rio de Janeiro, com a interrupção de tráfego na Via Dutra, principal ligação com São Paulo; Santa Catarina, com ao menos sete pontos de bloqueios em duas rodovias; e Mato Grosso do Sul, com ao menos 12 pontos em três rodovias.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o trânsito parado e pessoas para fora dos veículos na estrada.

Postagens feitas por internautas no Twitter apontam que os manifestantes pediam por intervenção militar.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) bloqueiam 12 trechos de três rodovias federais que cortam Mato Grosso, nesta segunda-feira, contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência do Brasil, no segundo turno decidido neste domingo. Na maioria dos pontos, os manifestantes estão impedindo a passagem de todos os veículos, até mesmo caminhões com cargas de animais vivos e ambulâncias, segundo a concessionária Rota do Oeste.

Eles queimam pneus, cantam o hino nacional e dizem que não aceitam o resultado da eleição.

Os atos acontecem nas BRs 364, 163 e 070.

Na BR-364, há bloqueios em Cuiabá, Sapezal, Diamantino e Campos de Júlio, enquanto na BR-163 em Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Matupá e Guarantã do Norte. E, na BR-070, tem dois pontos fechados, em Campo Verde e Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

Os pontos de bloqueios aumentaram ao longo da noite. Em Cuiabá e Várzea Grande, por exemplo, os protestos começaram na madrugada de hoje. Os protestos acontecem em pontos próximos da região urbana, nas saídas das cidades. Na capital, um carro que estava no acostamento foi queimado, de acordo com a concessionária.

No entanto, as manifestações em Mato Grosso e outros estados começaram logo depois do resultado da eleição. Na região norte do estado, quatro trechos da BR-163, em Lucas do Rio Verde, Sinop, Sorriso e Nova Mutum foram bloqueados depois do anúncio da vitória de Lula.

Durante a noite, trecho da BR-163, em Rondonópolis, também foi trancado pelos manifestantes, mas logo foi liberado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que equipes estão seguindo para a região norte de Mato Grosso onde são realizados a maioria dos protestos e que vai disponibilizar uma aeronave para acompanhar o trabalho de monitoramento.

BR-163

BR-364

BR 070

Manifestações encerradas na:

A BR-116, que liga Fortaleza ao Rio Grande do Sul, também registrou um ponto de interdição nesta manhã. Em Santa Catarina, no trecho da cidade de Mafra, ambos os sentidos estão com bloqueios no quilômetro 7, também devido a manifestações.

Às 9h, segundo a concessionário Arteris, são 7 quilômetros de fila no sentido norte e 3 quilômetros no sentido sul. Não há previsão de liberação do trecho, que tem bloqueio desde o fim da noite de domingo, por volta das 23h25.

Ainda em Santa Catarina, a BR-101 teve ao menos sete pontos de bloqueio registrados às 8h30 nesta manhã.

No sentido Porto Alegre há bloqueios no:

Já no sentido Curitiba, os bloqueios estão no:

Outros estados também registraram pontos de bloqueios por conta das manifestações após o resultado das eleições.

Goiás: às 8h55, a concessionária confirmou interdições na BR-060, no quilômetro 101, em Anápolis; e na BR-153, no quilômetro 703, em Itumbiara.

Minas Gerais: às 10h25, entrocamento BR-116, km 590, com BR-262, km 50, em Manhuaçu, interdição causada por paralisação de veículos de carga; segundo a PRF do estado, veículos de passeio, ambulâncias, ônibus e cargas perecíveis podem passar. BR-116, no km 702, em Muriaé, interdição por manifestação, às 11h. Segundo a PRF, automóveis, ônibus e ambulâncias estão liberados para passar.

Pará: às 8h30, havia bloqueio na BR-163 na região de Santarém; a via faz ligação com Cuiabá.

Paraná: Segundo a PRF do estado, estão bloqueadas, às 9h50, BR-376, no km 662, em Tijucas do Sul, sentido crescente; BR-476, no km 357, em União da Vitória, com interdição total; e BR-280, no km 257, em Marmeleiro, com interdição a cada 40 min em trecho estadual.

Rio Grande do Sul: às 9h50, BR-285, no KM 460, em Cruz Alta, interditado totalmente

São Paulo: registrou bloqueio em ambos os sentidos no km 51+500 da BR-153/SP, no município de São José do Rio. às 9h26, a concessionária Triunfo Transbrasiliana confirmou que o trecho foi liberado.

*Especial para o Extra.