Protestos contra Presidente provocam 17 mortes no Peru

A crise política no Peru conheceu mais um capítulo sangrento e esta segunda-feira pelo menos 17 pessoas morreram na sequência de confrontos com as forças policiais. Há ainda várias dezenas de feridos a lamentar. Os manifestantes tentavam tomar à força o aeroporto de Juliaca, cidade no sudeste do país, e exigiam a saída do poder da Presidente Dina Boluarte

Desde o início da crise política no país sul-americano, há pouco mais de um mês, já perderam a vida 46 pessoas. Os protestos tiveram início após a detenção de Pedro Castillo, a sete de dezembro, depois do então Presidente ter tentado dissolver o parlamento para evitar a aprovação de uma moção de censura.

Dina Boluarte tomou então o poder mas os manifestantes exigem a convocação de eleições antecipadas.