Protestos nos EUA para que Trump divulgue declaração de impostos

Manifestantes do "Tax March" protestam em Nova York

Milhares de manifestantes se reuniram neste sábado em várias cidades dos Estados Unidos para pressionar Donald Trump a publicar sua declaração de imposto de renda, um ato de transparência que ele se nega a cumprir.

"Até faça isso, não saberemos o que está escondendo ou a quem beneficia suas políticas. Precisamos de um presidente que trabalhe para todos os americanos e um sistema de impostos que faça isso também", afirmaram os organizadores do "Tax March" em seu site.

Os protestos foram programados para coincidir com o tradicional 15 de abril, data limite para fazer a declaração de impostos nos Estados Unidos.

Milhares de pessoas de todas as idades se reuniram em Washington frente ao Capitólio, que abriga o prédio do Congresso, exibindo cartazes com mensagens do tipo "O que esconde?" e "Os homens de verdade pagam seus impostos".

Um enorme frango inflável, vestido de forma a parecer com Trump, foi usado para sugerir que o presidente republicano está atemorizado de tornar público sua declaração.

"Se não tem nada a esconder, deveria publicar sua declaração", afirmou Liz Turner, de 31 anos.

Indagada sobre que suspeitas tem a respeito da declaração, ela foi enfática: "Talvez alguma coisa com a Rússia?"

Ellen Lodwick, de 67 anos, uma pesquisadora corportativa de Maryland, também coloca em dúvida as transações comerciais do presidente.

"Provavelmente há investimentos questionáveis ou ilegais", afirmou.

Em Nova York, milhares de pessoas protestaram, assim como em Boston, Filadélfia, Seattle, Los Angeles e São Francisco.

Em Berkeley, na Califórnia, os violentos enfrentamentos entre simpatizantes de Trump e manifestantes resultaram na prisão de 14 pessoas, informou o porta-voz da polícia na cidade, Byron White, ao canal CNN.

Os presidentes dos Estados Unidos e os candidatos divulgam voluntariamente há décadas suas declarações de impostos, mas não há um exigência legal para obrigá-los a fazer isso.

A lei só exige a publicação da declaração financeira, incluindo dívidas e rendimentos, mas não e obrigatório detalhar os impostos pagos.

Para os detratores do presidente esta informaçã é importante porque Trump se vangloria de ter usado todas as lacunas fiscais existentes para reduzir seus impostos ao máximo.