Protestos, tensão e advertência de Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu nesta quarta-feira ao Ocidente que não "ultrapasse a linha vermelha" com o país. A afirmação ocorre em um momento de tensão, em que milhares de pessoas protestaram para exigir a libertação do opositor Alexei Navalny.