Provocado no Twitter por um negacionista antivacina, James Blunt dá o troco

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Sucesso mundial com as canções "You’re beautiful" e "Same mistake" - esta última recentemente revivida pelo cantor cearense Ávine Vinny no popular forró eletrônico “Coração cachorro” -, o cantor britânico James Blunt deu o troco na sexta-feira a um negacionista que veio provocá-lo no Twitter.

O duelo começou quando Blunt mostrou seus três cartões de vacinação, apontando que havia recebido uma dose de cada uma das três principais vacinas contra Covid-19: Pfizer, AstraZeneca e Moderna. “Gente, o governo está distribuindo drogas de graça e estou experimentando TODAS”, escreveu ele.

Enquanto muitos o elogiaram o cantor por se proteger contra o coronavírus um usuário chamado Marko não ficou muito satisfeito em ver o músico triplamente vacinado. “Esse tuíte não vai envelhecer bem”, escreveu ele, ao que Blunt respondeu, espirituosamente: “E nem você”.

Diante das reações sarcásticas dos segudores de James Blunt, Marko mudou as configuraçõs de sua conta no Twitter, tornando-a privada, mas antes disso os prints do post já estavam circulando internet afora.

No Reino Unido, os músicos famosos têm se dividido entre os que se pronunciam com veemência para defender as vacinas e a ciência (como o baterista do Queen, Roger Taylor) e os que adotam um discurso negacionista, como o guitarrista Eric Clapton e o cantor Van Morrison.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos