PSB de Pernambuco emplaca cargos no governo Lula

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aos poucos, o PSB vai conseguindo encaixar no governo federal membros do seu influente diretório de Pernambuco, que ficaram desempregados com a perda do governo estadual após um ciclo de 16 anos.

O deputado federal Milton Coelho (PSB-PE), que não se reelegeu, deve ganhar um cargo no Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, comandado pelo vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB).

Advogado e auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, Milton Coelho já foi secretário estadual e vice-prefeito do Recife entre 2009 e 2012.

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB), quadro histórico do partido que também não conseguiu se reeleger, já foi nomeado pelo ministro Flávio Dino (Justiça) para a Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O diretório pernambucano ainda briga para emplacar em cargos no governo federal o ex-governador Paulo Câmara (PSB), que não concorreu nas eleições de 2022, e o deputado federal Danilo Cabral (PSB), derrotado na disputa pelo governo de Pernambuco.

Dentre os governadores de estados do Nordeste eleitos em 2014 e reeleitos em 2018, Paulo Câmara foi o único que não foi contemplado com um ministério no governo Lula.

O pessebista também foi o único que não conseguiu eleger seu sucessor e viu a adversária Raquel Lyra (PSDB) ser eleita governadora de Pernambuco.