PSDB anuncia avanço do diálogo sobre federação com Cidadania

·2 min de leitura
PSDB anuncia avanço do diálogo sobre federação com Cidadania; presidente do PSDB, Bruno Araújo (Foto: Divulgação/PSDB)
PSDB anuncia avanço do diálogo sobre federação com Cidadania; presidente do PSDB, Bruno Araújo (Foto: Divulgação/PSDB)
  • PSDB anuncia avanço do diálogo sobre federação com Cidadania

  • Decisão foi publicada na página oficial da sigla no Twitter

  • Presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que a federação com o Cidadania é “bem-vinda”

O PSDB anunciou nesta quinta-feira (27) que a executiva nacional do partido aprovou por unanimidade começar as discussões sobre uma federação com o Cidadania. A decisão foi publicada na página oficial da sigla no Twitter.

Nas eleições deste ano, será a primeira vez que os partidos vão poder fazer federações partidárias. Assim, as siglas vão poder se unir na corrida eleitoral, como ocorria com as coligações partidárias, mas agora deverão ficar juntas por quatro anos.

Além disso, com essa mudança de coligação para federação, os partidos que se conciliarem vão precisar ser parceiros tanto nas disputadas nacionais quanto nas regionais.

As siglas têm até o dia 2 de abril para validar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as alianças partidárias.

No Twitter, o PSDB publicou: “Reunida nesta quinta-feira (27/01), a Executiva Nacional do PSDB aprovou por unanimidade o avanço no entendimento com o Cidadania para a formação de Federação Partidária”.

“Além das aproximações já adiantadas pelas lideranças tucanas nos estados, as conversas continuarão sendo conduzidas pelo pelo presidente Bruno Araújo, o secretário-geral Beto Pereira e os líderes na Câmara, Adolfo Viana, e no Senado, Izalci Lucas, com o objetivo de mapear e aparar eventuais arestas regionais”, continuou o comunicado.

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que a federação com o Cidadania é “bem-vinda”.

“Precisamos avançar agora no regramento para essa convivência. O Cidadania tem sido parceiro importante do PSDB e há convergência política tanto em eleições quanto na atuação no Legislativo”, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos