PSDB deve lançar candidatura de Tasso Jereissati à presidência do Senado

·1 minuto de leitura
Brazilian senator Tasso Jereissati speaks during a Senate's Commission of Foreign Affairs session in Brasilia in October 29, 2009. Brazil's Senate will vote today  whether to accept or not Venezuela's entrance into the Mercosur trade block, while the country's Lower Chamber already approved it, along with the Argentine and the Uruguayan Congresses. The initiative is yet to be voted by the Paraguayan Congress. AFP PHOTO/Evaristo SA (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Tasso Jereissati ainda não se pronunciou sobre a possibilidade de concorrer ao cargo de presidente do Senado (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)

Com a decisão do Supremo Tribunal Federal de que Davi Alcolumbre (DEM-AP) não poderá concorrer à reeleição no Senado, o PSDB quer lançar a candidatura de Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Segundo o site O Antagonista, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) já expos a vontade dos tucanos. “Definido o impedimento de reeleição no Senado, o PSDB vai insistir na candidatura de Tasso Jereissati. Com sua experiência, com boa relação com os colegas senadores e senadoras, não tenho dúvidas de que ele conduzirá o Senado de forma independente e harmoniosa”, afirmou.

Leia também

Tasso Jereissati ainda não se manifestou publicamente sobre a possível candidatura. Atualmente, o PSDB se coloca como opositor do governo Jair Bolsonaro. João Doria (PSDB), governador de São Paulo, é um dos principais alvos de Bolsonaro e um possível concorrente em 2022.

Além do nome de Jereissati, outras possibilidades são do MDB. Entre os candidatos ventilados estão Simone Tebet, Fernando Bezerra Coelho, Eduardo Gomes e Eduardo Braga.