PSDB retoma prévias, registra problemas com Iphone e tem mais de 2 mil votos na primeira hora

·2 min de leitura

SÃO PAULO — O PSDB retomou na manhã deste sábado as prévias para escolher seu pré-candidato à Presidência da República nas eleições de 2022. Na primeira hora de votação foram registrados 2.738 votos e relatos de problemas em alguns navegadores como o Safari, do Iphone. Ao todo, 44.700 filiados se inscreverem para participar da escolha interna.

Estão na disputa os governadores Eduardo Leite e João Doria, além do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. O gaúcho e o paulista são apontados como favoritos.

De acordo com o senador José Anibal, que presidiu a comissão que organizou as prévias, o sistema apresentou um pouco de sobrecarga logo no começo, mas a votação transcorre normal, apesar de dificuldades em alguns navegadores.

Os sistemas que estão funcionando melhor para a escolha interna são o Google Chrome e o Microsoft Edge. Depois de testar três aplicativos para a votação remota, a empresa BeeVoter foi selecionada. O partido espera apresentar nesta noite o vencedor da eleição interna.

No domingo passado, os eleitores do partido usaram uma ferramenta desenvolvida pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs). O aplicativo funcionou por uma hora e depois entrou em pane. Ao longo da semana, foram testadas soluções das empresas RelataSoft e Eleja.

Pesquisadores de sistemas eleitorais eletrônicos ouvidos pelo GLOBO afirmam que o sistema de votação da BeeVoter é mais seguro que o aplicativo da Faurgs, que não atendia aos protocolos de segurança mais difundidos no mercado cibernético. A Faurgs sugeriu, na quarta-feira, que seu sistema foi alvo de hackers. Segundo a empresa, o aplicativo tinha capacidade para receber o tráfego de cerca de 40 mil eleitores do colégio eleitoral tucano, mas teve muito mais acessos.

É consenso entre os estudiosos de segurança cibernética que os sistemas mais seguros contam com diversas camadas de segurança contra hackers, com criptografia e a chamada verificação “fim-a-fim”. O sistema que o PSDB utilizará hoje atende somente parte destes requisitos. Ainda assim, entende-se que é o suficiente para que a eleição transcorra sem problemas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos