PSDB vai recorrer à Justiça contra suspensão do Paraguai do Mercosul

O PSDB entrará na Justiça brasileira com uma ação contra a decisão do Mercosul de suspender o Paraguai e aceitar a entrada da Venezuela, anunciou nesta sexta-feira o senador Alvaro Dias, ex-governador do Paraná.

Leia também:
Governo do Paraguai diz que vai brigar para recolocar país no Mercosul
Paraguai vai ao tribunal do Mercosul para defender sua permanência no bloco
Presidente paraguaio acusa chanceler venezuelano de intromissão

"Foi uma decisão ilegal", criticou Dias, após se reunir com autoridades paraguaias em Assunção. O senador teve um encontro com o presidente Federico Franco e os líderes das diferentes bancadas de senadores no Congresso, a quem levou o reconhecimento de seu partido e assinalou que o impeachment de Lugo "ajustou-se estritamente à Constituição".

"O próprio presidente destituído aceitou entregar o poder, e a Suprema Corte de Justiça do Paraguai validou o processo de julgamento, que foi transparente. Por isso, consideramos a represália no Mercosul uma afronta à soberania paraguaia", criticou Dias. "Cada nação deve decidir sobre seu destino, e o Congresso é a sua representação mais popular."

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias