PSG perde para o Bayern de Munique mas vai às semifinais da Liga dos Campeões

·4 minuto de leitura
Lance da partida entre PSG e Bayern de Munique, pelas quartas de final da Liga dos Campeões

O Paris Saint-Germain se classificou para as semifinais da Liga dos Campeões apesar de ter sido derrotado pelo Bayern de Munique por 1 a 0, nesta terça-feira, já que no duelo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões venceu por 3 a 2 (3 a 3 no placar agregado).

No confronto disputado no Parque dos Príncipes (em Paris), gol da equipe alemã, atual campeã do torneio continental, foi marcado pelo atacante camaronês Choupo-Moting (no minuto 40).

Agora o PSG aguarda nas semifinais o vencedor do duelo entre o inglês Manchester City e o alemão Borussia Dortmund, que será decidido nesta quarta-feira na Alemanha, após o triunfo do time da Inglaterra por 2 a 1 no jogo de ida.

Está será a terceira semifinal disputada pela equipe francesa, após 1995 e 2020.

Na partida que colocou novamente frente à frente os finalistas da temporada passada da Liga dos Campeões, desta vez o PSG levou a melhor, soube segurar a pressão dos adversários, principalmente na reta final do encontro, e agora segue vivo na luta pela conquista de seu primeiro título do torneio continental.

"Somos realmente uma equipe. Conversamos muito durante o jogo. Estamos nas semifinais e agora vamos com tudo", disse o atacante Neymar, do PSG, ao fim da partida na capital francesa.

"Não fomos eliminados esta noite, a nossa vitória por 1 a 0 aqui é merecida, foi o resultado de Munique que nos deixou numa posição ruim. Foi frustrante desperdiçar tantas oportunidades no jogo de ida", declarou o goleiro alemão Manuel Neuer, do Bayern de Munique.

- Trave no caminho de Neymar -

Os donos da casa começaram o jogo com serenidade, mantendo a posse de bola e com um domínio técnico que manteve o adversário em seu campo de defesa.

Mas depois de 20 minutos a confiança virou relaxamento e alguns erros permitiram as primeiras aproximações alemãs. Entre elas um chute de longe do meia Joshua Kimmich que passou rente à trave de Navas (27).

Mas no minuto seguinte, veio a resposta dos anfitriões. Em um rápido contra-ataque, Di María tocou para Mbappé que deu um passe açucarado para Neymar finalizar e Neuer fazer uma grande defesa (28).

O goleiro voltou a brilhar em outro arremate do atacante brasileiro, após pedalar diante de um marcador e tocar com a esquerda para Neuer tirar e a bola bater na trave em seguida (34).

Três minutos depois, o camisa 10 do time francês deu um drible desconcertante em Kingsley Coman e chutou com força. Neuer nada fez além de ver a bola explodir no travessão.

Neymar voltou a acertar a trave alemã aos 39, após novo contra-ataque puxado por Mbappé e tocar no poste esquerdo.

Quando tudo apontava para um gol francês, quem acabou balançando as redes foram os visitantes, após o austríaco David Alaba aproveitar uma sobra na área adversária e tocar para a defesa parcial de Navas. No rebote, Choupo-Moting superou o marcador e tocou de cabeça, dando novo ânimo aos alemães antes do fim da primeira etapa.

Pouco antes do intervalo, Alaba chutou da entrada da área, obrigando o goleiro do PSG fazer uma grande defesa, tirando para escanteio.

- Quinze minutos de sufoco -

Depois de um início de segundo tempo em que o clube parisiense deu sinais que seu gol de empate viria a qualquer instante, principalmente após Mbappé ter uma chance que não foi concluída graças a uma intervenção de Neuer, o PSG resolveu recuar e se fechar na defesa.

Desta maneira, o atacante francês e Neymar ficaram sem receber passes e os alemães passaram a ter mais chances de ataque.

A pressão do time visitante cresceu nos quinze minutos finais, com o lance mais claro de gol saindo dos pés de Leroy Sané, que passou raspando na trave (82).

O Bayern seguiu na ofensiva enquanto o time da França se defendia a todo custo.

Mas após cinco minutos de prorrogação, o árbitro assinalou o fim do encontro, e o PSG enfim eliminou o atual campeão da competição, garantindo a segunda participação consecutiva nas semifinais do torneio continental. De quebra, Neymar foi eleito o craque da partida.

- Ficha técnica da partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões:

PSG - Bayern de Munique 0 - 1 (3-2 na ida)

Estádio: Parque dos Príncipes (Paris, França)

Espectadores: sem público

Árbitro: Daniele Orsato (ITA)

Gol:

Bayern de Munique: Choupo Moting (40)

Cartões amarelos:

PSG: Dagba (55), Herrera (90)

Bayern de Munique: Alaba (52), Müller (68)

Equipes:

PSG: Keylor Navas - Colin Dagba, Danilo Pereira, Presnel Kimpembe (cap), Abdou Diallo (Mitchel Bakker 59) - Ángel Di María (Ander Herrera 88), Idrissa Gana Gueye, Julian Draxler (Moise Kean 73), Leandro Paredes, Neymar - Kylian Mbappe. T: Mauricio Pochettino.

Bayern de Munique: Manuel Neuer (cap) - Benjamin Pavard, Jerome Boateng, Lucas Hernández, Alphonso Davies (Jamal Musiala 71) - Leroy Sané, Joshua Kimmich, Thomas Müller, David Alaba, Kingsley Coman - Eric Choupo Moting (Javi Martínez 85). T: Hans-Dieter Flick.

ah-eba-jed/pm/mcd