PSG teve prejuízo de mais de R$ 1 bilhão na última temporada, revela relatório

Principal clube do futebol francês atualmente, o Paris Saint-Germain sofreu um grande prejuízo financeiro durante a temporada 2020/21. As razões para o rombo nos cofres seriam os efeitos da pandemia de Covid-19, além da crise em cima dos direitos televisivos da liga nacional.

De acordo com um relatório do órgão regulador do país, as contas do PSG fecharam com um prejuízo de aproximadamente 225 milhões de euros (pouco mais de R$ 1 bilhão de reais na cotação atual). Segundo os dados da Direção Nacional do Controle de Gestão (DNGG), a perda de capital da equipe parisiense aumentou em cerca de 80%. Na temporada anterior (2019/20), as contas do clube haviam fechado com um prejuízo de 124 milhões de euros.

A entidade responsável pelos dados se encarrega de monitorar e supervisionar as contas dos times de futebol e de associações profissionais na França.

Em campo, o rendimento também não foi satisfatório. No ano passado o favorito PSG perdeu o Campeonato Francês para o Lille, logo ficou sem a premiação pelo título da elite do futebol francês.

Não só o PSG, mas a maioria dos clubes ao redor do mundo, foi amplamente impactado pela perda de receitas por conta do fechamento dos estádios durante a pandemia. Para piorar, os pagamentos das cotas televisivas na França acabaram sendo adiados devido a um problema de negociação entre a Ligue 1 e as emissoras interessadas em transmitir o Campeonato Francês.

Dessa forma, não só a equipe de Neymar, Messi e Mbappé foi prejudicada. Ainda de acordo com o relatório, as tradicionais equipes Lyon e Olympique de Marselha estão no top-3 das que fecharam as contas no vermelho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos