PSG vai ao Comitê Olímpico para ter Neymar na final da Copa da França, nesta quarta

·1 minuto de leitura

O PSG corre contra o tempo para ter Neymar na decisão da Copa da França, marcada para esta quarta-feira, às 16h15. Na terça, o clube recorreu ao Comitê Nacional Olímpico e Esportivo Francês (CNOSF) para tentar reverter as punições ao brasileiro e ao zagueiro Presnel Kimpembé, também suspenso.

Neymar recebeu um cartão amarelo na semifinal contra o Montpellier. Suspenso por três jogos após ser expulso contra o Lille, no início de abril, o camisa 10 ficou fora de duas partidas, e a terceira tornou-se uma espécie de advertência. Caso levasse novamente um amarelo, o que ocorreu, teria que cumprir o jogo restante da punição.

Até o momento, o CNOSF não se manifestou. Na terça-feira, o técnico do PSG, Mauricio Pochettino, não garantiu as ausências, mas afirmou que a preparação para a partida não mudará caso não tenha os jogadores à disposição.

— Mesmo sem Neymar e Kimpembé, o modo com que nos preparamos para a partida não mudará. Não há influência. Saberemos (sobre a situação) nas próximas horas. Como Marquinhos disse, o importante é ganhar a final — afirmou.

A imprensa francesa trata o caso como difícil, dada a falta de tempo hábil para o o CNOSF analisar o caso. O jornal "Le Parisien" lembra que um pedido do Lyon ao comitê, no início do mês, não teve sucesso em reverter uma suspensão do lateral De Sciglio, mas o clube conseguiu adiar o cumprimento da punição em um jogo. O periódico afirma que o PSG pode empregar uma estratégia semelhante para ter os jogadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos