PT afasta vereador que abriu caixão de idoso que morreu com suspeita de Covid-19 em Minas

O Globo
·2 minuto de leitura

O vereador William Faria foi afastado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) após aparecer em um vídeo abrindo o caixão de um idoso, de 92 anos, para mostrar que ele não teria morrido por Covid-19. O parlamentar de Santa Bárbara do Leste (MG) é investigado por ter quebrado o protocolo sanitário de prevenção contra o coronavírus.

Por meio de nota, o PT de Minas Gerais informou que o vereador foi afastado imediatamente por ter violado uma determinação do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde. Segundo o texto, ele responderá no Conselho de Ética do partido em um processo que poderá “culminar com a sua expulsão”.

Nas imagens divulgadas pelo próprio William em sua rede social, ele usa um facão para abrir o caixão, que estava lacrado. Ele alega que o idoso merecia um funeral digno, e não ser sepultado envolvido em plásticos já que não consta no óbito que o homem morreu por COVID-19 e sim por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

A Polícia Civil informou que foi instaurado um inquérito e o parlamentar está sendo investigado por crime de infração de medida sanitária preventiva e por violação de urna funerária.

Nota na íntegra:

A direção executiva do PT de Minas Gerais decidiu afastar imediatamente o vereador William Faria, de Santa Bárbara do Leste, em razão do lamentável fato ocorrido no último domingo (24/5), quando o parlamentar violou um caixão lacrado durante o funeral de um homem que faleceu com suspeita de covid-19. O procedimento de lacre é uma determinação sanitária do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde.

Num dos momentos mais delicados vividos por toda a população mineira e brasileira em função da pandemia do novo coronavírus, a atitude do vereador representa uma ação violenta e desnecessária, além de ser uma grave ameaça à segurança sanitária.

Após o afastamento, o vereador responderá no Conselho de Ética do PT-MG, como determina o estatuto partidário, em um processo que poderá culminar com a sua expulsão.