PT desiste de festa por causa da pandemia, mas mantém evento em MG para flertar com PSD

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Alberto Fernández
    Político e advogado argentino, presidente da Argentina
*aqruivo** São Paulo, SP, Brasil 30.06.2016: Fachada da sede do PT em São Paulo. (Foto: Fabio Braga/Folhapress)
*aqruivo** São Paulo, SP, Brasil 30.06.2016: Fachada da sede do PT em São Paulo. (Foto: Fabio Braga/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O PT desistiu de fazer uma grande celebração em praça pública por ocasião do aniversário do partido, em 10 de fevereiro.

Como mostrou o Painel, a ideia era montar um palco e encher uma praça em Belo Horizonte de apoiadores de Lula, que estaria presente.

A direção do partido tomou a iniciativa após Lula elogiar evento em que discursou na Plaza de Mayo e dividiu o palco com Alberto Fernández, Cristina Kirchner e Pepe Mujica.

O motivo para a desistência foi o novo pico da pandemia de Covid. No entanto, está sendo estudada uma alternativa em Minas Gerais, como uma transmissão virtual com a presença do ex-presidente.

A escolha por MG não é fortuita. O prefeito de Belo Horizonte é Alexandre Kalil, do PSD, partido que o PT deseja ter ao seu lado nas eleições.

Geraldo Alckmin distanciou-se da sigla de Gilberto Kassab, mas petistas dizem acreditar que ainda há chance de reaproximação para compor a chapa com Lula.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos