PT mantém esperanças de que José Serra apoie Lula em eventual 2º turno

Em tom crítico, Serra disse que PT divulga fake news ao associá-lo a Lula (REUTERS/Andres Stapff)
Em tom crítico, Serra disse que PT divulga fake news ao associá-lo a Lula

(REUTERS/Andres Stapff)

  • Campanha de Lula aposta em eventual apoio de José Serra;

  • Tucano declarou voto em Simone Tebet no primeiro turno;

  • Ainda assim, PT acredita que o político não irá se abster no caso de 2º turno entre Lula e Bolsonaro.

A campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda acredita que José Serra (PSDB) se manifeste publicamente a favor do presidenciável. As esperanças, no entanto, foram deixadas para um eventual segundo turno, já que o tucano declarou que votará em Simone Tebet (MDB) no dia 2 de outubro.

Serra foi convidado para o ato de apoio dos ex-presidenciáveis a Lula, nesta segunda-feira (19), mas rejeitou o convite. Na semana passada, o político gravou um vídeo dizendo que o PT divulga fake news ao associá-lo ao ex-presidente. Ainda assim, o partido acredita que ele não irá se abster no caso de um segundo turno entre Lula e Bolsonaro.

Principal candidato ao PSDB à Câmara dos Deputados em São Paulo, Serra depende do eleitorado antipetista para conseguir uma votação expressiva.

Apoio a Lula

Focado em vencer no primeiro turno, Lula reuniu oito ex-presidenciáveis nesta segunda-feira em encontro encarado como uma tentativa de demonstrar amplitude de candidatura. “Não é um compromisso com o Lula. O que vocês estão fazendo é assumir um compromisso de que este país vai voltar a funcionar democraticamente", afirmou o petista na reunião, que contou com momentos descontraídos e de saia justa.

Veja abaixo quem são:

Geraldo Alckmin (PSB), vice de Lula;

Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo;

Henrique Meirelles (União Brasil), ex-ministro;

Marina Silva (Rede), ex-ministra;

Guilherme Boulos (PSOL), líder sem-teto;

Luciana Genro (PSOL), a deputada estadual;

João Goulart Filho (PC do B), ex-deputado;

Cristovam Buarque (Cidadania), ex-governador do DF e ex-ministro.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: