PT quer Maria do Rosário no comando da CCJ da Câmara

Deputado federal André Janones também pleiteia a indicação.

Maria do Rosário (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Maria do Rosário (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
  • PT cogita Maria do Rosário na CCJ da Câmara;

  • Comissão é importante na Casa, pois avalia se o projetos estão de acordo com a Constituição;

  • Deputado federal André Janones também pleiteia a indicação.

O PT (Partido dos Trabalhadores) cogita emplacar a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) no comando da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados, responsável por avaliar os aspectos constitucionais das matérias que tramitam na Casa.

Segundo informações da jornalista Andréia Sadi, da GloboNews, o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer comandar o colegiado, que hoje é presidido por Arthur Maia (União Brasil-BA). Ele é um apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) que substituiu Bia Kicis (PSL-DF), também bolsonarista.

Maria do Rosário é deputada desde 2003. Ela foi ministra dos Direitos Humanos durante o governo Dilma Rousseff (PT) e, em 2014, foi agredida verbalmente pelo então deputado Bolsonaro. Ele foi condenado a indenizá-la.

Gleisi Hoffmann, presidente do PT, informou que o nome de Maria do Rosário ainda precisa ser aprovado pela federação formada pelo partido, PCdoB e PV.

Ainda de acordo com a jornalista Andréia Sadi, o deputado federal André Janones (Avante-MG) também quer comandar a CCJ, mas o PT acha improvável. Janones desistiu da candidatura à Presidência para apoiar Lula.

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?