PT tenta abertura de CPI sobre apagão de dados no Ministério da Saúde

·1 min de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19-11-2019: A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19-11-2019: A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O PT quer instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara dos Deputados para apurar os motivos que levaram o sistema do Ministério da Saúde a ficar fora do ar por 13 dias.

A coleta de assinaturas para a CPI será feita pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann (PR), pelo líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG), e pelo deputado Alexandre Padilha (SP).

Segundo os petistas, o objetivo é descobrir quem são os responsáveis pelo apagão de dados e se informações sobre vacinação, internações e indicadores de gestão foram comprometidas.

"O que aconteceu é muito grave e precisa ser rigorosamente investigado. O melhor instrumento é a Comissão Parlamentar de Inquérito", afirma Lopes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos