PT vai mostrar elogio de Bolsonaro a ditador acusado de assassinato e pedofilia

O PT (Partido dos Trabalhadores) fez uma série de inserções na TV para os próximos dias mostrando o presidente Jair Bolsonaro (PL) elogiando o ex-ditador do Paraguai Alfredo Stroessner, acusado de mandar torturar e assassinar centenas de pessoas e também de pedofilia. A informação é da jornalista Andréia Sadi, da GloboNews.

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai mostra o histórico do ditador Alfredo Stroessner, apontado pelo Departamento de Memória Histórica e Reparação, do Ministério da Justiça paraguaio, de "atos sistemáticos de pedofilia junto a outros líderes militares".

Assim, a equipe do PT vai dizer que, “mesmo assim, Bolsonaro continua mostrando sua admiração" a um "pedófilo assassino”, explicou Andréia Sadi.

Bolsonaro, candidato à reeleição, elogiou o ditador paraguaio em fevereiro deste ano, durante a cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Anatalício Risden Júnior.

Segundo o mandatário, ditadores como o paraguaio foram “homens de visão”.