Publicitário faz greve de fome em apoio a Bolsonaro no Rio

LUCAS VETTORAZZO
Pablo Kennedy/Futura Press

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O publicitário mineiro André Luis dos Santos, 57, faz desde o início da manhã desta quinta-feira (4) uma greve de fome em apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Ele está postado desde às 6h diante da entrada do condomínio do candidato, na orla da praia da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Santos diz que está se alimentando apenas de água. Ele ficará no Rio até sábado (6), quando tem passagem de ônibus marcada para voltar para sua cidade natal, Pontes Novas (MG).

Além de protestar contra a corrupção, ele também diz ter ido ao Rio pedir desculpas ao candidato em nome do povo de Minas Gerais, já que Bolsonaro sofreu atentado a faca no mês passado na cidade mineira de Juiz de Fora.

Santos afirma que é a terceira vez que faz greve de fome em protesto contra a situação política do Brasil.

Ele ficou sem comer durante o impeachment de Dilma Rousseff (PT) e também durante o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Santos, que já votou em Lula quatro vezes, em Dilma no primeiro mandato e em Aécio Neves em 2016, disse que está desiludido com a classe política.

"O Bolsonaro é a luz no fim do túnel", afirmou o publicitário, que não tem onde passar a noite no Rio.