Pugilista porto-riquenho é investigado pelo assassinato de sua ex-namorada grávida

·1 minuto de leitura

O boxeador porto-riquenho Félix "El Diamante" Verdejo está sendo investigado pelo assassinato de sua ex-namorada grávida. O corpo de Keishla Marlen Rodríguez Ortiz, de 27 anos, foi encontrado no sábado flutuando em uma lagoa da capital San Juan. Acusado também por sequestro e roubo de carros, o pugilista se rendeu às autoridades federais de seu país no último domingo.

Uma testemunha, que teria ajudado o boxeador a matar Keishla, disse à polícia de San Juan que Verdejo deu um soco no rosto da vítima, aplicou uma injeção com uma substância desconhecida e amarrou seus braços e pés junto a um bloco pesado antes de jogá-la de uma ponte às 8h30 da manhã da última quinta-feira. De acordo com o Instituto de Ciência Forense de Porto Rico, o corpo da moça foi encontrado no sábado e foi identificada neste domingo por meio de exames odontológicos.